30 de novembro de 2016

M de música



Na esfera pessoal a música pode assumir múltiplos significados. Tem o poder de alterar estados de humor, seja uma emoção, um pensamento ou até um sentimento.
Tenho alguma dificuldade em segmentar gostos musicais por estilos. Vagueio por um mapa de referências em constante evolução. O que ouço suprime a necessidade do momento, ainda que seja uma mistura de álbuns. Tenho dias de reggae, de soul, de rock, de pop, de clássico, de flashback aos anos às décadas antecedentes e por aí a fora.
Música é palavra dita, sussurrada, calada... é melodia, é ritmo que pulsa.

Dito isto, está inaugurada a rubrica PlayMusic. 

Sem comentários:

Enviar um comentário