13 de setembro de 2016

Natação porque sim!




Nunca encarnei a personagem da miúda fit. Desporto a mais, por obrigação cuja motivação é o culto à embalagem – não obrigada – até deve fazer mal à psiquê.
A prática de uma modalidade de que gostamos e que aumente a qualidade de vida é o melhor que pode haver. 
Sempre adorei água. Em miúda vivenciei duas situações de quase afogamento que deram lugar ao medo. Na altura deveria ter sido trabalhada, ou seja, instigada a superar o trauma.
Em adulta, devido a uma dor cronica consequente de uma patologia osteoarticular, com graves alterações estáticas da coluna vertebral - desvio escoliótico lombar de convexidade direita com sinais de artrose – iniciei a prática de natação terapêutica. 
Não só obtive melhorias incidentes nos picos elevados de dor, agora com um intervalo maior de tempo, como, também, notórias alterações no meu estado global: mais solta e mais resistente.
No início passava as aulas a enfrentar o receio. Água no nariz era o cabo das tormentas. Ao recordar esses tempos dá vontade de rir. Vá lá, nunca filmaram as minhas caretas senão até poderia vir a ser convidada a participar num remake de Hitchcock
Pouco a pouco, ao meu ritmo, tudo se alterou. Actualmente, em dias bons, sem dor, chego a nadar 10 a 12 vezes a pista de 25 metros de costas.
É um momento muito meu. Não penso em nada; sou apenas eu e a água, faz-me sentir realmente bem. É terapêutico não só ao nível físico. 
Espero evoluir mais: aperfeiçoar os mergulhos com maior amplitude, por exemplo. Ainda não consigo soltar-me de bruços. O meu inconsciente tolda-me os sentidos… com o tempo chego lá.

Regresso às aulas após o verão a seco. :)

2 comentários:

  1. Somos germinados e crescemos 9 meses em meio aquático; dentro de água, naturalmente, é a nossa "casa". Quando saímos dela geramos medos; superá-los é um desafio maduro e inteligente! :) Jinhos

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro nadar, é uma das coisas que mais me faz feliz, a sensação de liberdade, aquele momento que é apenas nosso. Adoro! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar